Engenharia Mecânica

   Os engenheiros mecânicos são responsáveis pelo projeto, operação e manutenção de processos e sistemas automatizados, quase sempre comandados por microprocessadores, e têm como principal mercado de trabalho o setor industrial. Eles podem atuar nos campos metal-mecânico, automobilístico, têxtil, de transformação, alimentício, químico, energético (hidroelétricas, petróleo, álcool), transporte, além de grandes canteiros de obras de engenharia civil e consultorias. Este profissional pode também trabalhar como autônomo ou como empregador.

 
Ênfases

    O curso de graduação em engenharia mecânica permite ao aluno obter o diploma de engenheiro mecânico ou engenheiro mecânico com ênfase em uma das modalidades a seguir: projetos, mecatrônica, energia, materiais/fabricação/produção ou tecnologia de equipamentos.

    Os componentes eletivos de uma ênfase se dividem em dois grupos: opcional, com 240 horas, e complementar, com 180 horas. A matrícula nas disciplinas de um grupo opcional indica que o aluno está fazendo a opção por uma ênfase. Para o aluno ter o título de engenheiro mecânico naquela ênfase, ele deve escolher mais três disciplinas eletivas do grupo complementar da mesma ênfase. As disciplinas destes dois grupos totalizam 420 horas. 

    Para completar os créditos de disciplinas eletivas do curso, total de 480 horas, o aluno se matricula numa disciplina de 60 horas ou duas de 30 horas, de seu interesse, no DEMEC ou em qualquer departamento UFPE. Além disso, essa carga horária livre poderá ser dispensada se o aluno comprovar a carga horária cursada em monitorias, iniciação científica ou projetos de extensão. Esta disciplina é a eletiva livre.

    Caso o aluno se matricule em disciplinas eletivas sem focalizar qualquer uma das ênfases, totalizando 480 horas, então ele recebe o título de engenheiro mecânico, também conhecido como por engenheiro mecânico generalista. Em qualquer caso, o aluno recebe o título de engenheiro mecânico e se o aluno fizer eletivas dentro de uma ênfase, no verso do diploma constará epigrafado engenheiro mecânico com ênfase x, sendo x a ênfase escolhida.

Ênfase em Energia: 

A ênfase de energia qualifica o engenheiro a trabalhar com equipamentos de transporte de fluidos, dissipação de calor e geração de eletricidade. O engenheiro pode trabalhar no projeto de equipamentos (e.g. turbinas, bombas, trocadores de calor), no projeto de sistemas (e.g. geração termoelétrica, distribuição de água gelada e produção de vapor) e no desenvolvimento de processos (e.g., extração de petróleo, aumento da potência de motores e conforto térmico de ambientes).

Disciplinas obrigatórias:
me493 – métodos computacionais
me156 – projeto de sistemas térmicos
me154 – ar condicionado e refrigeração 1
me474 – metodologia experimental em engenharia térmica

Ênfase em Mecatrônica: 

O profissional em mecatrônica possui uma formação multidisciplinar nas áreas de mecânica, eletrônica e computação. Isso faz com o que o campo de atuação deste profissional seja bastante amplo, podendo atuar em diversas áreas de uma empresa tais como robótica, automação industrial, controle de processos, sistemas eletrônicos embarcados, entre outros. É importante ressaltar que, uma vez que o Engenheiro Mecatrônico possui formação básica em mecânica, este profissional também possui todas as atribuições de um Engenheiro Mecânico clássico, ampliando ainda mais o seu campo de atuação.

Disciplinas obrigatórias:
me452 – engenharia de controle 2
me585 – circuitos e dispositivos eletrônicos
me574 – laboratório de circuitos e dispositivos eletrônicos
me575 – sistemas digitais 1
me586 – laboratório de sistemas digitais

Robôs
Ênfase em Projetos: 

O Engenheiro Projetista é responsável pelo desenvolvimento de projetos dentro da empresa, desde a sua fase de concepção ao ciclo de vida do produto, é ele quem efetua cálculos estruturais e de dimensionamento de máquinas e mecanismos em geral.

 

Disciplinas obrigatórias:
me477 – elementos finitos
me481 – metodologia de projeto
me478 – projeto assistido por computador 1
me116 – tubulações industriais

Ênfase em Materiais/Fabricação/Produção:
Disciplinas obrigatórias:
me538 – processamento de materiais
me118 – conformação plástica
me566 – soldagem
me486 – ecoeficiência industrial
Ênfase em Tecnologia de Equipamentos: 

O aluno que cursa as disciplinas da ênfase de equipamentos obtém um diferencial na sua formação em termos de  de conceitos de normalização técnica e avaliação de conformidade,  projeto, processos de fabricação, construção e montagem de algums equipamentos.  Então o profisional poderia atuar com esta formação, em  setores da  indústria que contenham em sua planta principal equipamentos tais como: vasos de pressão, tubulações sob pressão, tanques atmosféricos, caldeiras e fornos, trocadores de calor, acompanhando todo o processo de projeto, fabricação e instalação dos mesmos.

Disciplinas obrigatórias:
me116 – tubulações industriais
me570 – processos de fabricação de equipamentos – caldeiraria
me571 – vasos de pressão
me566 – trocadores de calor

Equipamentos Industriais